Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

03.05'09 - RTL Exclusiv // Tradução

 

Tradução
Um caso que se está a tornar cada vez mais bizarro. Enquanto as raparigas foram consideradas como vitimas depois da rixa que houve na estação de serviço, parece que agora está claro que elas sao as perseguidoras. Até agora elas mostram todos os sinais: Um amor leal de fã por um lado, mas por outro, elas perseguem a banda de uma maneira insuportável. O que leva estas raparigas a terem estes comportamentos extremos, e o que é que os rapazes dos Tokio Hotel tem de temer? - Uma reportagem de Cornelia Hanneman e Fiona Nickel.


Elas parecem tensas. Roer as unhas continuamente supostamente tem de as acalmar. Um sorriso inseguro é dado para distrair. As raparigas estão nervosas e com medo, as perseguidoras dos Tokio Hotel é que são os alvos agora:

Noemie: "Eles dizem "Sim, nós vamos matar-vos!". Raparigas dos Estados Unidos dizem que querem apanhar um avião para nos vir bater. E... Sim, agora isto está um pouco assustador."

Provavelmente não será apenas isso. Mas poderão haver consequências legais para estas raparigas. Diz-se que os Tokio Hotel as queem processar por perseguição. As raparigas francesas têm vindo a seguir a banda desde há meses. Apenas quando Tom Kaulitz perdeu a sua compostura na bomba de gasolina e bateu numa das raparigas, é que tudo se tornou público. E o público proferiu a sentença: Perseguidoras. "Mas isto era muito diferente", dizem agora as raparigas.

Noemie: "Eu acho que, em todo o lado que os rapazes viam fãs, pensavam que eramos nós - apesar de não sermos sempre nós! Às vezes nós é que os encontravamos. Tipo, por exemplo, no centro da cidade."

Isto aqui é atribuido às raparigas. É uma carta para os Tokio Hotel, mas não uma carta de amor. Num mau alemão diz: "A próxima semana vai ser um pequeno pesadelo". Não era para significar isso, justificam-se as raparigas agora:

Noemie: "Se estão a falar sobre a carta... Quer dizer, isso foi um grande... mal-entendido? Porque até o nosso alemão não é muito bom."

As raparigas negam terem ameaçado os rapazes - mas mesmo assim, taparam-se naquele dia na estação de serviço. Elas admitem que não são perseguidoras. Mas o que é que "perseguir" significa mesmo? O psicólogo Michael Thiel explica: "Stalking (=Perseguição) vem do vocábulo inglês "hunting" (=caça), e significa caçar, seguir... Caçar um animal é quando o se imobiliza".

Houveram perseguições de carro como neste video. "Vai para trás dele!", grita uma delas. Np jipe em frente delas - Tom dos Tokio Hotel. Também esta gravação, com a mãe dos Kaulitz, em frente da casa do Bill e do Tom, fala por ela própria. Agora se esta briga terá consequências legais - suficientemente estranho, o advogado das raparigas não sabe:

Benecken: O estado legal neste momento não é muito claro. De qualquer forma, ainda nem ouvimos o que a polícia ou o procurado têm a dizer, nem sequer sabemos se as queixas serão feitas sobre as senhoras ou não."

O porta-voz da polícia de Hamburgo tem algo um pouco diferente a dizer:
Jan Kruger: Posso confirmar que uma queixa foi apresentada pela Senhora Kaulitz contra essa fã desconhecida." Contra uma delas, é isso. Mas como é mulheres entre os 20 e os 25 anos de idade podem quebrear as leis por causa de uma banda adolescente?

Psicologista: No início há uma evolução patológica em termos de perseguição, muitas vezes há golpes de sorte, como por exemplo, você perde o seu emprego, ou sai da escola.. E de qualquer forma, por alguma coincidência, as pessoas ficam com esta ideia: "Ah esta celebridade poderia algo para dar sentido à minha vida de novo. Vou começar a persegui-lo, porque me ocupa 24 horas por dia e assim não tenho de pensar na minha própria vida".

As quatro raparigas são de França. Três delas - Noemie, Aurore, Clarine - vivem na Alemanha agora, em Hamburgo - cidade onde os seus membros favoritos da banda vivem. Elas são estudantes mas têm empregos, uma delas está a fazer estágio. Como é que elas conseguem tempo e dinheiro para perseguir os Tokio Hotel de uma maneira tão obsessiva, isso elas não dizem. Foi o amor mutuo pela banda que juntou as quatro raparigas.

Noemie: Eu conheci-a em Hamburgo, e ela conheceu as outras pela internet.

Elas fazem manchetes como "Afghanes on Tour", e as suas caras tapadas são supostamente para impôr medo, visto que é suposto serem um gang - mas as raparigas negam isso. Elas eram fãs inocentes, e não perseguiram os Tokio Hotel e as suas famílias de uma maneira ameaçadora e assutadora. Mas nesse caso, é estranho que a banda tenha parado as suas gravações em Los Angeles, e ficaram na Alemanha para proteger a sua família. Mas agora, todas as medidas de protecção e manchetes não importam, dizem as raparigas.

Noemie: A única imagem que temos nas nossas cabeças é o Tom a bater na nossa amiga.

Especialmente para Perrine, o seu tempo como uma fã acabou agora, de vez. Ela foi a quem o Tom bateu.
Perrine: Os Tokio Hotel acabaram para mim.
Noemie: Agora já não temos respeito nenhum por eles. Não queremos ter nada a ver com eles nunca mais, e queremos prosseguir com a nossa vida.

traduzido por / translated by: aniinhas - THF Portugal

publicado por TH Online às 22:41
link do post | comentar | favorito
 

Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Arquivo

Maio 2009

Abril 2009