Domingo, 26 de Abril de 2009

Telecinco.es: Os Tokio Hotel param o seu trabalho devido a ameaças das fãs á familia Kaulitz



 

A banda alemã Tokio Hotel, ídolo de adolescentes em todo o mundo, viu-se obrigada a parar a produção do seu terceiro trabalho devido às ameaças de um grupo de fãs que está a fazer à família de Tom e Bill Kaulitz, membros do grupo.
Segundo o que publica o diário “Bild am Sonntag”, a mãe dos famosos gémeos de 19 anos, recebeu ameaças de um grupo de fanáticas francesas da banda que se dizem chamar “Les Afhanes On Tour”, e que andam há meses a persegui-los.

O caso saiu á luz pública há uma semana depois de Tom Kaulitz, o guitarrista do grupo, bater numa fã na estação de gasolina, segundo ela, por ter-lhe tirado uma foto.

A banda denunciou então as duas jovens que estiveram envolvidas no acidente, ao mesmo tempo que elas alegavam ter lesões feitas pelo músico.

O representante do grupo, David Jost, assinala ao jornal que as jovens “molestaram e ameaçaram” repetidamente os quatro integrantes do grupo Tokio Hotel e até perseguiram os seus carros podendo ter provocado vários acidentes de automóvel”.

O diário reproduz um fragmento de uma das supostas cartas das agressoras dirigidas aos musicas e na qual elas afirmam estar “descontentes” e cada vez “mais impacientes”.

“Desde Setembro deverias saber que não somos simples fãs. Agora sabes como deves reagir…” afirma a carta.

Segundo “Bild am Sonntag, os gemeos Kaulitz deveriam estar estes dias em Los Angeles acabando a produção do seu novo álbum mas decidiram ficar na Alemanha porque “temem a vida da sua mãe”.
O representante do grupo explica também que a agressão de Tom a uma das jovens aconteceu depois da sua mãe ter recebido as primeiras ameaças.

Segundo o que a “Bild” publicou a semana passada, a jovem acompanhada de uma amiga seguiu o carro no qual viajava o guitarrista desde o estúdio de gravação em Hamburgo e quando o carro parou para reabastecer, tirou uma foto do músico através do vidro

A agredida declarou á polícia que Kaulitz baixou o vidro e atirou-lhe um cigarro acesso, que ela apanhou e apagou no vidro.

O jovem saiu nesse momento do carro, bateu na cara á jovem com o seu braço e lançou-a para o chão. Empurrou a sua acompanhante contra o chão e de seguida subiu para o carro e abandonou o local.

Jost afirma que o advogado das jovens pôs-se em contacto com ele para comunicar-lhe que as suas clientes retiravam as queixas de agressão se os músicos retirassem as delas, algo que os membros da banda não estão dispostos a fazer.

Fonte
Tradução:


publicado por TH Online às 23:20
link do post | comentar | favorito
 

Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Arquivo

Maio 2009

Abril 2009